sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Problemas de Comunicação em Projetos

Olá! Hoje vou escrever um pouco sobre problemas de comunicação em projetos. Vou dividir o assunto em 2 posts. O de hoje é uma breve introdução.


Muitas vezes, quando estamos envolvidos em projetos, encontramos os mais diversos problemas, que tendem a aumentar conforme o número de variáveis as quais o projeto está submetido.


Se você tem um projeto pessoal (um objetivo a alcançar, por exemplo, passar em cálculo haha) você deve satisfações a você mesmo apenas. Nesse escopo, as variáveis são reduzidas. Com isso, você pode se deparar com os seguintes possíveis problemas: Falta de capacitação, motivação, competência e organização. É claro que mais problemas podem surgir, esse foi apenas um exemplo.


Fazendo um paralelo com o mundo de TI, há diversos tipos de projeto por aí. Alguns são "pessoais", como um hobby, ou um projeto que você dedica tempo esporádico como alguma curiosidade, prova de conceito e etc. Esse projeto não possui uma equipe ou expectativas de stakeholders para serem atendidas.


Há também os "free-lancers", normalmente conduzidos por autônomos, que ao meu ver são projetos específicos e que muito dificilmente contarão com equipes. Os "freelas", já possuem algum tipo de expectativas por parte dos stakeholders, aumentando um pouco o escopo de variáveis que citei acima. Porém, creio que as cobranças não são tantas, devido a informalidade do projeto.


Um próximo passo seriam os típicos projetos que ocorrem nas organizações em que eu e a maioria dos meus amigos estamos estagiando/trabalhando/fundando. São projetos "pequenos", onde já encontramos uma equipe trabalhando em áreas diferentes. Normalmente são prestações de serviços à clientes da empresa. Novamente, o escopo das variáveis aumenta um pouco. As expectativas dos stakeholders crescem, as cobranças também e agora temos uma equipe.


É nesse ponto que eu acredito que os problemas de comunicação começam a aparecer. Há um elemento nesse projeto que tem que "fazer o meio-campo" entre os stakeholders, gerentes, membros da equipe, departamentos e etc...


A figura abaixo (muito famosa) exemplifica esse problema:

Clique na figura para visualizá-la melhor :)

Eu acredito que o primeiro problema de comunicação ocorre entre o primeiro e o último quadro da imagem acima. "How the customer explained it" x "What the customer really needed".

Esse problema se deve ao fato do "momentum" em que toda essa "revolução da informação" está. Quando estamos no escopo de pequenas empresas, nossos clientes também são pequenas empresas (na maioria dos casos). Com isso, nem sempre podemos esperar que as especificações dos problemas a serem resolvidos sejam certas.

Enxergar o que o cliente realmente precisa é algo muito importante, uma característica que todo gerente de projetos e membros da equipe deveriam ter. Além disso, creio que isso é FCS de projeto, porque pode impactar no quadro 8 da imagem: "How the customer was billed". Nesse caso, gostaria até de fazer uma correção na imagem. O projeto pode sair mais barato do que merecia!

Bom pessoal, identificamos um primeiro problema de comunicação. No próximo post, entraremos em detalhes da organização e comunicação dentro da equipe. Vou trazer também exemplos práticos!

4 comentários:

Leonardo Fortunato disse...

A comunicação é muito importante, por isso que métodos novos de gerenciamento de projeto como o OpenUP tem um foco muito grande na comunicação entre os envolvidos.

Tiago Porangaba disse...

me lembro das aulas de português sobre teoria da comunicação, aquele lance de emissor, receptor e ruídos, saca?
Mais uma evidência de que gerência de projetos é multidisciplinar mesmo!
Comunicação é complicado mesmo cara.. definitivamente ela é um dos FCS! :D

Mitsu disse...

gostei do post Whoiss...

aguardo o próximo...
"Comunicacao dentro da equipe" é essencial para conclusao de um projeto... e é um problema q podemos encontrar no nosso!! =D

Anônimo disse...

Olá Daniel! Como vai?!!? Gostei muito do seu artigo sobre comunicação em projetos. Gostaria de saber de onde é esta figura que vc cita como exemplo. Abçs, Marina Mattos